Rocio Heredia nos conta sua experiência como aluno ELL

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Share on Google+0Email this to someone

rocio

  • ¿Rocío o que tem significado para os de Coaching Certification Líderes das Escolas Europeias?

Para mim, pessoalmente, foi começando a minha trajetória de crescimento como um ser humano de uma forma mais consciente, mais engajados e em todos os níveis de minha existência: física, psicológica, emocional e, especialmente, no plano espiritual.

Um profissional me deixou convencido de que este é o que eu quero me dedicar aplicada à educação e tentar fazer o bem em mim todos os dias, com quem toca-me perceber minhas atividades.

Tem sido clarificarte mas particularmente incriminador.

  • Você estudou antes? O que você tem trabalhado até agora?

Inicialmente obtive um diploma em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Peru, eu trabalhava como advogado nos primeiros anos de minha vida profissional, o tempo que foi o suficiente para perceber que o exercício da corrida como a exercida não foi preenchida como eu esperava; tinha a necessidade de dar a minha carreira um toque de sociais, este foi o que me fez deixar o Peru para continuar a minha educação e dirigi-lo na direção do serviço.

 

Com esta intenção eu me matriculei em um PhD em Comunicação Política da Universidade Autónoma de Barcelona, ​​dado que o Peru já estava trabalhando como voluntário na Inspecção das Comunicações; uma plataforma criada pela Associação de Comunicadores Sociais Calandria Peru, que visa melhorar a qualidade dos meios de comunicação em nosso país.

 

Quando terminei Ph.D. fase Mestre decidi não continuá-lo, entre outras coisas, porque eu não estava preparado para lidar com um trabalho de pesquisa que realmente significou uma contribuição. Olhei para o trabalho e encontrou na Fundação per la Formation i de Investigação em Palma de Mallorca, onde eu tenho servido como Chefe da Administração e onde também trabalhou como professor de grau mais alto para a Escola Baleares até o mês de julho de 2015.

 

Em julho de 2015, decidi começar a desenvolver o meu projeto pessoal e agora eu já estou na fase final do desenvolvimento da minha ideia, espero, será bem-vindo no Peru, que é onde executar a partir de Janeiro de 2016.

 

  • Como você se define? Quais são as suas paixões?

Eu sou um sonhador inveterado. Eu sempre acredito que qualquer coisa pode ser, que as coisas podem acontecer, que as pessoas podem mudar não importa a circunstância que passamos e como velho nós somos.

Sou muito sensível e acho que isso me faz uma pessoa simples e acessível a tentar o seu ambiente é agradável e todos os envolvidos com que se sentisse bem.

Eu sempre tento ser muito objetiva sobre eu mesma.

Também eu me considero muito teimosa quando estou convencido de algo disparou para a frente, mesmo se o mundo inteiro me diga o contrário.

Eu levo o meu tempo para fazer minhas coisas e por isso mal posso colocar datas em meus objetivos, geralmente o que eu quero fazer na vida.

Sou apaixonada por estar em contato com pessoas, comunicar.

Isso me faz sentir feliz como um treinador, especialmente com crianças.

Sou apaixonado por pesquisas sobre temas de espiritualidade e de caixa-los incorporados em minha vida diária.

Eu amo a piscina.

 

  • ¿Rocío, O que te levou a treinar como treinador??

Mmmm … .no eu pensei, eu não meditado … só fluiu. Eles realmente não tinha projeto pessoal quando eu comecei Programa de Educação Coaching. Só que eu sabia que eu queria me dedicar ao treinamento, mas não sabia como. Quando eu revi o programa me chamou a atenção, pois isso poderia ser o “treinador” e seus temas como auto-estima, programação neurolinguística, inteligência emocional, etc., iria trabalhar na sala de aula e curiosidade levou-me para se inscrever.

Foi ver a cabeça do curso e sentir que algo como isso poderia ser o que eu gosto de aprender e dedicar-me e fiquei interessado nele.

 

  • Como eles estão a implementar treinamento em sua vida cotidiana??

Uffff … ..meterte sobre estas questões é um “compromisso com você mesmo” quando você se inscrever em tal curso, você não pode imaginar tudo o que pode sair e tudo o que você pode trazer o seu mundo ciente de que não é o que você viu antes. Percebendo essas coisas, torna-lo mais consciente de si mesmo, de quem você é, onde você está, para onde você deseja mover e que contas ferramentas para ir no caminho escolhido.

Na minha vida cotidiana estou mais consciente de mim mesmo, estou mais acordado. Eu observo meus pensamentos, minhas emoções, o que eu digo, o que eu acredito, porque atenta para tomar certas decisões.

Eu tento ser eu mesmo e para dar mais coerência à minha existência.

 

  • Muitas pessoas que há um antes e um depois na de Coaching dizer que você tem experimentado essa sensação uma vez que sua formação é completa?

Totalmente. Quando terminei treinamento que eu tinha a sensação de que este tinha acabado de começar, ele me apresentado como uma nova estrada que só tinha aberto a porta, mas pelo menos eu sabia que havia uma outra maneira, uma outra maneira de viver e de outra forma de vida a compreensão , o mundo, a existência em geral. Eu acho que é um trabalho para aprofundar o nosso ser e não termina nunca.

Faça um curso no crescimento pessoal, se você realmente quer crescer, lhe permite marcar de uma forma positiva.

 

  • O que significou para você I formada com a Escola Europeia de Líderes?

Tem sido uma experiência positiva. Eu fazia parte da primeira turma de formandos em Coaching Educação da EEL e eu tive a oportunidade de compartilhar com pessoas muito profissionais e altamente motivados para aprender o mundo do treinamento para aplicar em seus projetos profissionais e pessoais. Nossa preocupação nos levou a fazer nossas próprias propostas e contribuições ao EEL o mesmo que estava aberto para compartilhar e recolher os nossos pontos de vista sobre o programa, uma experiência que enriqueceu ainda mais o treinamento.

 

  • Qual tem sido o melhor destes meses de estudo e prática Rocío?

O melhor de tudo para mim, tem sido “me despir”, “tirar camadas”, “expor-me a descobrir e aceitar até mesmo o que eu não gostei porque qualquer coisa pode doer muito.” Mas isso é o que me permitiu encontrar-se com verdades sobre mim mesmo por que eu não estava ciente “Eu não tinha percebido” e agora eu tê-los presentes e me faz ser mais desperto e ser mais.

 

  • Como pode contactar as pessoas interessadas em trabalhar com você como um treinador?

Primeiro de tudo apresentar o meu projeto, que é formar professores em questões de inteligência emocional, treinando ferramentas e educação holística. Meu objetivo é mostrar como você pode impor esta nova visão dos seres humanos em nossas crianças, os jovens e as diferentes maneiras que você pode lidar com o “ensino”. É, em suma uma Escola de Educação Integral, destina-se a formadores e desenvolvido no Peru. O programa educacional que tenho desenvolvido é certificada pelo AECOPE (Associação Espanhola de Coaching de Educação Ensino e matricial), as mesmas que emitem certificados para os alunos que se formam na escola.

Pessoas que gostam de formação e estão dispostos a “atravessar a lagoa” (ha ha) pode contactar-me através do meu e-mail: rocioheredia@hotmail.com

Estão todos convidados e você é bem-vindo.

 

  • O que você diria a uma pessoa que está duvidando ou não formado como técnico??

Ele não acha que “se deixar levar” as decisões mais surpreendentes de nossas vidas são aqueles extraídos do coração. Se há algo dentro de você que diz que você não hesite. As coisas não acontecem por acaso.

E se você procurar uma explicação mais racional que ele poderia dizer que é um bom investimento, porque por trás da palavra “treinar” um mundo de ferramentas valiosas que nos ajudam a aprender a conhecer quem realmente somos, o que as coisas que devemos melhorar a nossa vida e peles evoluir constantemente. Por isso, é um bom investimento em tempo e dinheiro.

 

  • Finalmente Rocío que gostaria de partilhar connosco a sua opinião sobre a importância de crescimento pessoal?

O tema do crescimento pessoal é uma questão importante para mim, estou convencido de que é a razão para e por que estamos na vida. Ocupações, tarefas que decidimos fazer e como “realizar-nos” são apenas a forma material de estar neste planeta, mas é essencial que aprendemos na vida como nós escolhemos para ser advogados, professores, mães ou treinador, por exemplo. Estamos na vida, não só para o cumprimento profissional, económica, etc. este é para mim apenas um nível de nossa existência e talvez o mais básico, mas paralela à nossa forma física também têm necessidades psicológicas, emocionais e espirituais do curso.

 

No meu caso, eu acho que o crescimento como pessoas, como seres humanos, está relacionada com o cultivo de nosso crescimento em cada uma das nossas dimensões; não é apenas uma questão de objetivos e metas, isso só é se tornar. Crescer significa estar conectado com a natureza, porque somos parte integrante do mesmo, isso significa também retomar o contato com a nossa força criativa e encontrar ou pelo menos tentar encontrar a nossa “missão”. É não só existe, mas também, e principalmente viver.

 

Seria bom que, quando eles passaram anos e são mais velhos sentem a satisfação de saber que temos feito todo o possível para viver uma vida significativa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>